Como deveria ser calculada a altura das estátuas dos heróis e heroínas

SAM_0387

No dia 2 de março, propôs à comunidade «cientifica» e «política» daqui do facebook a utilização da seguinte expressão matemática para se determinar a altura da estátua de um herói ou uma heroína. Provavelmente a mensagem não passou, talvez soasse como uma brincadeira para alguns e coisa de outro mundo para outros, sobretudo, os que não têm boas relações com a análise matemática.

Vou resolver a referida expressão (função) matemática para alguns casos particulares para ver se o ajuda a perceber melhor a profundidade da brincadeira, que não é tão brincadeira assim…

A minha proposta é que a altura de um herói ou heroína devia ser determinada pela seguinte função: h=1+k/k+x, onde h indica a altura da estátua,  k = 0,1 ( uma constante que toma valor 0 ou 1) é um indicador  de ódio e x uma  variável de indica o número de pessoas que o suposto herói matou ou mandou matar.

Caso 1: K=0, X=0

Assim sendo para o caso em que k=0, isto é o suposto herói não nutria ódio pelos seus inimigos e correligionários teremos: h= 1+0/0+x, portanto h= 1/x.  Ora se x=0, o que é obvio se ela não nutria ódio por ninguém, é claro que não matou nem mandou matar ninguém, h=1/0, h= ∞ (infinito). Este caso só se aplica a Jesus de Nazaré (c.f, a Bíblia em Filipenses 2:9). O único homem que não odiava os seus inimigos. A prova disto é que ele não se esforçou por tirar privilégios de ninguém, nem mesmo de César e Herodes que oprimiam política e economicamente o seu povo, nem do Caifás, o sumo sacerdote, os fariseus, saduceus e chefes das sinagogas que oprimiam religiosa e economicamente o seu povo.

Caso 2: K = 1, X=0

Alguns heróis como Mahatma Gandi, Martin Luther King, que advogaram e praticaram a política de não violência para libertar os respectivos povos, por isso podemos afirmar com segurança que não matar nem mandaram matar pessoas, suas estátuas não são infinitas, porque nutriam ódio pelos seus inimigos, por isso lutaram para retirar-lhes o Estado e os privilégios. Por tanto se enquadram no caso 2.

Ora substituindo os valores de K e X acima teremos h= 1+1/1+0 = 2. Ou seja  a altura da estátua de heróis como Ghandi, Martin Luther King que não precisaram derramar sangue de seus inimigos e adversário internos é de 2 metros.

Caso 3: K =1, X=1, 2, 3,… ∞

Neste caso a nossa expressão matemática será um função,  h= 2/1+x, cujo limite tende a zero quando a variável tende a ∞ (infinito).

Portanto pessoas como Mao Tsé Tung de quem se diz que terão executado ou mandado executar cerca de 70.000.000 pessoas – Adolf Hitler é um aprendiz de feiticeiro comparado com Mao. Deveria ter uma estátua quase a rasar o chão! Deu para compreender a piada, que não é tão piada assim?!

04 de março de 2015

Serafim Quintino

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: