Doença e morte do Rev. Octávio Fernando

Octávio Fernando

Octávio Fernando

PREÂMBULO

Foi há 6 anos (2009), num dia como hoje (13 de fevereiro) que, a voz do pregador se calou para sempre. Muitas questões ficaram e continuam no ar, não só a volta daquele infausto acontecimento como da própria vida e obra de Octávio Fernando.

Porque Deus terá levado aos 58 anos de idade uma pessoa que claramente estava ao seu serviço. Uma pessoa cujo ministério era sem dúvida abençoado?

Porque o mundo se inspira nos seus líderes mais carismáticos, mesmo depois de mortos, mas a Igreja parece que não?

Porque parece que, Deus não só, não cumpre a sua promessa em provérbios 10:7, “ A memória do justo é abençoada, mas o nome dos perversos cairá em podridão.” Como até parece fazer o contrário?!

Talvez estas questões sejam muito profundas para a maioria das pessoas, por isso vamos reservá-las para um debate, em algum momento, envolvendo teólogos, pastores, filósofos, etc. Mas por enquanto, para celebrar esse dia, julgamos pertinente trazer a memória de alguns e ao conhecimento de outros, as circunstâncias da sua morte na voz da pessoa mais autorizada para falar sobre o assunto: a viúva.

DOENÇA

“No dia 26 de dezembro de 2003 queixou-se de muita dor de cabeça. Mandei-lhe ir ao médico. Quando regressou disse-me que a tensão arterial estava 280. O médico passou [uma receita para] para ele fazer [em casa]…! Fomos para a cama. Quando despertamos de manhã, ele já não conseguia se pôr de pé. Com a ajuda do Isaias João foi ao quarto de banho. Até ir ao hospital só estava na cama. Com a ajuda do Dr. Filipe é levado para a Clínica da Endiama na Ilha de Luanda. Deu entrada no Banco de Urgências e automaticamente o seu internamento. Ficou 10 dias na Endiama. Nos primeiros dias ainda falou, depois deixou de falar durante 5 anos. No dia 6 de Janeiro de 2004 foi levado com urgência para a África do Sul onde ficou 15 meses. No dia 12 de janeiro viajei para África do Sul, sem saber falar Inglês. Estava a minha espera a Rebeca Foster, seu marido Ari e seu filho, o Lucas. Fiquei 5 meses com eles e 10 meses na casa da Dona Joana que era minha vizinha no prédio. Deus ajude estas famílias que me ajudaram quando precisava.
O casal levou-me para o hospital. No caminho a Rebeca me perguntou se tinha coragem, eu disse que tinha. Quando entrei encontrei meu marido sobre aparelhos e dormindo.

O diagnóstico que o médico me deu é que o cérebro todo dele estava afectado.

Ficamos neste hospital 45 dias, depois fomos transferidos para o hospital de reabilitação, onde ficamos 30 dias. Com a ajuda do irmão Jesus Ramos, a junta de saúde pagava os nossos gastos, depois desses dias para voltarmos em Angola ou ir ao outro hospital escolhi por ficar num outro hospital onde ficamos 8 meses. Depois de conversar com o irmão Veloso na altura era ministro da saúde, ele ajudou-nos a irmos no hospital de reabilitação onde ficamos de janeiro até 24 de Março [de 2005], o dia que regressamos para Luanda.

Estando em Luanda ele fazia as consultas na Clínica Espírito Santo. Com o Miguel fazia as consultas.
– A senhora sabe a gravidade de seu marido, – eu disse que sim, se ele está vivo Deus o ama.

Com a Dr. Fátima fazia as consultas de gastro. Também fazia a fisioterapia na cidadela e depois na Samba.

A Igreja estava orando por ele.
Todos que lhe conheciam estavam orando por ele.

Deus esteja com todos que oraram por ele e que também nos ajudaram financeiramente. Isso nunca nos faltou.”

SUA MORTE

“No dia 13 de fevereiro de 2009 numa tarde deu entrada na Clínica Multiperfil onde fizeram os primeiros socorros. Com a orientação do Dr. Filipe pedi para irmos a Maria Pia. Colocaram-nos na ambulância, e íamos a caminho para a Maria Pia, quando eu pensava que estava a dormir, ele já estava morto dentro da ambulância. “

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: